Seguro Minha Casa Minha Vida – saiba quando acionar

Publicidade

Seguro Minha Casa Minha Vida é muito importante para protegermos o nosso investimento que realizamos para usufruir por um longo período de tempo. A compra da casa própria é um sonho que pode ser realizado facilmente, hoje em dia, através das linhas de financiamento do Minha Casa Minha Vida ou outras linhas de financiamento.

Porém, todos estamos sujeitos aos altos e baixos do dia a dia e danos ao imóvel por incêndio, alagamento e outras causas, morte ou invalidez permanente do titular ou co-financiado, assim como a perda de emprego ou redução na renda familiar podem atrapalhar o pagamento das parcelas do financiamento.

O que cobre e como funciona o empréstimo?

Sabendo da importância de manter em dia as parcelas, podendo, até mesmo, ficar sem a casa, o mutuário, atualmente, pode contar com um seguro Minha Casa Minha Vida. O seguro é utilizado na cobertura das situações acima citadas: danos físicos ao imóvel (DFI) por alagamento ou incêndio, visa proteger a própria garantia do empréstimo que é o imóvel, reduzindo a depreciação do bem físico e, em caso de morte ou invalidez permanente do financiado ou compradores, o seguro quitará o saldo devedor. Lembrando que, no caso da invalidez permanente, o segurado não poderá estar recebendo auxílio-doença para ter direito à quitação pelo seguro Minha Casa Minha Vida.

O seguro também auxilia no caso de desemprego ou redução de 30% ou mais na renda familiar. Essa situação é sanada através de empréstimo para o pagamento de 3 parcelas do financiamento Minha Casa Minha Vida, com possibilidade de prorrogação por mais 3 meses e com limite de empréstimo para pagamento de até 12 parcelas. Ao final do período de 12 meses (parcelas), deverá haver quitação do valor retirado para empréstimo para que haja possibilidade de empréstimo de novos valores.

Todos os financiamentos possuem esse seguro e têm direito de usar?

O seguro Minha Casa Minha Vida é feito através do Fundo Garantidor da Habitação Popular – FGHab – e é feito junto com o financiamento Minha Casa Minha Vida, sendo obrigatória a contratação.

Todos que possuam contrato de financiamento de imóvel pelo Minha Casa Minha Vida têm direito de utilizar o seguro, desde que cumpram alguns requisitos, necessários para o acionamento do seguro Minha Casa Minha Vida:

  • estar quites com as prestações anteriores ao acionamento do seguro e
  • ter pago no mínimo 6 prestações do financiamento.

Ao perder emprego ou renda ou nos casos de invalidez permanente ou de morte do financiado ou de um dos financiados, procure imediatamente a Caixa.

Outro ponto importante é que somente os financiamentos feitos na Caixa através do Minha Casa Minha Vida possuem esse seguro. Se seu imóvel foi financiado através de outra linha de financiamento na Caixa ou, mesmo, em outra instituição bancária, consulte seu banco para maiores informações sobre essas situações.

Valor do seguro na sua parcela

Apesar de ser obrigatória a contratação do seguro ao financiar um imóvel pelo Minha Casa Minha Vida, o valor da parcela é muito pouco afetado pelo seguro. Além disso, o valor do seguro Minha Casa Minha Vida sofre aumento conforme a idade do financiado aumenta, não podendo ultrapassar 7,14% do valor da prestação mensal do seu financiamento.

O valor mínimo do seguro é de 2% do valor da parcela do Minha Casa Minha Vida, valor muito pequeno frente aos benefícios oferecidos pelos serviços disponibilizados pelo seguro Minha Casa Minha Vida.

Seguro Minha Casa Minha Vida – conheça melhor o seguro do seu imóvel
Leia e depois avalie!

Matéria Relacionada:

Pin It on Pinterest

Shares
Compartilhe...