Minha Casa Minha Vida FGTS é a forma que você tem de adquirir a sua casa própria. Aqui você vai ficar sabendo das novidades sobre o programa e o que o Governo e as construtoras querem fazer com ele.

Desde o seu surgimento, em 2009, o programa vem auxiliando milhares de brasileiros a conseguirem a sua casa própria.

Mudanças recentes e a suspensão de novos contratos ameaçam a continuidade do programa.

Veja agora o que pode acontecer com o Minha Casa Minha Vida FGTS.

O FGTS financiava todas as faixas

Se você ainda não conseguiu o seu financiamento de imóvel Minha Casa Minha Vida FGTS que é o fundo dos trabalhadores utilizado para pagamento dos subsídios, você vai ter que esperar mais um pouco.

A Faixa 1 que representa a maioria dos financiamentos imobiliários do país teve suspensas as novas contratações. Isso acabou refletindo nas faixas 2 e 3 do programa.

O detalhe é que o FGTS, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço dos trabalhadores, subsidiava todas as faixas de financiamentos, em diferentes percentuais.

O Programa Minha Casa Minha Vida FGTS tem auxílio do FGTS e do Governo Federal

Com um subsídio maior devido aos critérios de assistência, a faixa 1 também contava com fundos governamentais para que esse subsídio pudesse ser oferecido.

Veja aqui como fazer o Cadastro no Programa Minha Casa Minha Vida este ano.

Esse foi um dos fatores que fizeram com que fossem suspensas as contratações de novas unidades da faixa 1. Não há dinheiro em caixa para o total de unidades que foi prometido.

A descoberta de um grande número de fraudes e outras irregularidades também contribuiram para esse cenário.

Faixa 1 sem subsídios no Minha Casa Minha Vida FGTS

Agora, como solução para o impasse, as construtoras sugeriram que as faixas 2 e 3 sejam subsidiadas exclusivamente pelo FGTS. Somente a faixa 1 teria subsídios dos cofres públicos.

Isso traria, por exemplo, reflexos nas taxas de juros praticadas nos financiamentos em todas as faixas. Enquanto nas faixas 2 e 3 as taxas tenderiam a cair, por fazerem parte do programa Minha Casa Minha Vida FGTS, a faixa 1, provavelmente teria um incremento nas taxas de juros praticadas.

Como o FGTS financia você?

Quando surgiu, em 2009, o programa Minha Casa Minha Vida FGTS subsidiava 75% dos valores repassados a título de subsídios, nas faixas 2 e 3. O restante, os cofres públicos da União cobriam. Para que a terceira fase do programa seja posta em prática, a parte de recursos públicos que são repassados como subsídio cairia para 10%.

Nessa situação, a parcela do FGTS aumentaria para 90%, para que houvesse compensação da queda dos recursos da União.

Você pode conferir aqui o manual para participar com o FGTS

minha casa minha vida fgts

Veja mais sobre o Minha Casa Minha Vida FGTS!

Soluções para o problema da suspensão no FGTS

Outra possibilidade que surge é o aumento dos valores de subsídios para as faixas 2 e 3 do programa Minha Casa Minha Vida FGTS. Essas propostas surgem em razão da possibilidade de criação de uma nova faixa, situada entre as faixas 1 e 2, com valores de renda, subsídio e taxas de juros intermediários. A proposta foi entregue no dia 31/05/2016 aos ministros Henrique Meirelles (Fazenda) e Bruno Araújo (Cidades).

Veja também as oportunidades no Feirão da Caixa.

Dessa forma, atenderia-se não somente aos empresários, que temem uma grande queda nos negócios relativos à construção civil, com a suspensão dos novos contratos da faixa 1, quanto aos beneficiários do programa Minha Casa Minha Vida FGTS.

Pin It on Pinterest

Compartilhe...