A casa própria ainda é um dos grandes objetivos de diversas famílias. É neste cenário que o Programa Minha Casa Minha Vida, visa operar. Assim, oferecendo condições mais viáveis ao financiamento de moradias a famílias brasileiras.

A seguir, confira mais informações sobre o subsídio no Programa Minha Casa Minha Vida, quem tem direito, forma de obter, entre outras.

Como funciona o Programa Minha Casa Minha Vida

Esse suporte monetário visa tornar mais favorável o financiamento. Incluindo as condições de pagamento e as taxas de juros conforme a renda das famílias.

Desse modo, é possível financiar a aquisição de um imóvel novo. Ou optar pela construção e reforma de residências em locais urbanas ou rurais.

Publicidade

Se preferir, adquira seu Cartão Minha Casa Melhor!

Quem tem direito ao Programa Minha Casa Minha Vida?

O programa visa atender quatro faixas de renda. Com valores entre R$ 1.800 a R$ 7.000. Assim, cada faixa, naturalmente, apresenta suas particularidades, veja:

Renda até R$ 1.800: neste caso, o financiamento atende o prazo de até 120 meses, já as prestações que devem ser pagas mensalmente, podem variar entre R$ 80,00 a R$ 270,00, de acordo com a renda bruta da família.

Ainda mais, é importante citar que a garantia do financiamento, é justamente o imóvel que será adquirido.

Renda até R$ 2.600: o financiamento realizado pela Caixa, nessa situação, apresenta taxas de juros de 5% ao ano e o período de 30 anos a fim de realizar o pagamento. Já o subsídio, pode chegar até a 47,5 mil reais.

Renda até R$ 4.000: as famílias que se enquadram nesse tipo de renda bruta, tem a oportunidade que obter subsídios que podem chegar a R$ 29.000.

Renda até R$ 7.000: neste último caso, as famílias podem recorrer ao Programa a fim de atingir taxas de juros diferenciadas no que diz respeito ao mercado.

Essas faixas também são chamadas de faixa 1, faixa 1,5, faixa 2 e faixa 3 respectivamente.

Conforme pode ser notado, quem tem chances de obter um  maior subsídio no Programa Minha Casa Minha Vida é justamente a primeira faixa. Assim, que é composta por famílias com renda bruta mais baixa.

Confira como fazer o Cadastro no Programa Minha Casa Minha Vida.

Requisitos do Subsídio no Programa Minha Casa Minha Vida

As famílias que se enquadram na renda mensal inferior a R$ 1.800, é possível realizar a inscrição por meio de uma entidade organizadora ou na prefeitura da cidade.

omo GANHAR Subsídio no Programa MCMV
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter

Já às que apresentam a renda por mês de até R$ 7.000, o cenário muda um pouco. Pois além das opções citadas, também é possível contratar de maneira individual.

Para isso, basta fazer uma simulação e saber quanto será possível investir. E entregar os documentos necessários em uma agência caixa ou em um correspondente caixa aqui.

Posteriormente, o seu cadastro será avaliado pela caixa e cada família será comunicada sobre a data do sorteio e também da assinatura do contrato que corresponde a compra e venda do imóvel.

No caso de a pessoa optar pelo atendimento direto, as condições mais favoráveis para realizar o financiamento serão apresentadas.

É indispensável estar atento ao contrato e seguir a risca as cláusulas estipuladas. Assim como pagar as prestações em dia, pois caso o contrário, é possível perder o imóvel.

Publicidade


Dessa maneira, sempre que apresentar dúvidas ou problemas, é indispensável buscar pela CAIXA, Defensoria Pública da União, entre outros profissionais a fim de ter a orientação correta no seu caso.

DICA: Não perca o Feirão da Minha Casa Minha Vida este ano!

Como ganhar subsídio no Programa Minha Casa Minha Vida
5 (100%) 1 vote

Pin It on Pinterest

Shares
Compartilhe...